PROBLEMAS MÉDICOS DURANTE A GRAVIDEZ
Insuficiência placentária

    A placenta é um órgão temporário que se forma durante a gestação e que tem a função de mediar as trocas sangüíneas entre o útero e o feto . Sendo constituída basicamente por veias e artérias, a placenta está sujeita a todas as patologias sistêmicas que afetam o sistema circulatório.

    A insuficiência placentária é uma síndrome que pode ser causada por diversas patologias e que consiste na incapacidade deste órgão em prover oxigenação e nutrição adequadas para o feto. As duas principais complicações decorrentes da insuficiência placentária são o retardo do crescimento fetal (responsável por baixo peso de nascimento) e a policitemia neonatal.

    A policitemia neonatal consiste no excesso de glóbulos vermelhos presentes na circulação fetal. Surge como resposta à baixa oxigenação do sangue fetal e pode causar uma série de complicações para o recém-nascido. A principal destas complicações é a trombose do sangue excessivamente viscoso no sistema nervoso, o que pode provocar a morte de tecido cerebral, deixando seqüelas neurológicas irreparáveis.

    As principais doenças tratáveis durante a gravidez que cursam com insuficiência placentária são a hipertensão arterial e o diabetes.