EMBRIOFETOPATIAS MEDICAMENTOSAS
Talidomida

    A talidomida é exemplo histórico único de sedativo, outrora considerado "inofensivo" na gestação, que provocou epidemia de malformações graves de membros, acometendo mais de dez mil crianças no mundo entre 1959 e 1961. Atualmente ainda é utilizada no tratamento da hanseníase (lepra). Qualquer mulher em idade fértil que utilize este medicamento deve ser submetida a tratamento anticoncepcional concomitante obrigatório e rigoroso.